quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Use suas cores.


O porto espera o navio
com toda a sua calma banhada de sal.
A calma espera a doçura
ambas amigas do porto afinal
A dona de casa ajeita a moldura
olhando um retrato na sua lembrança.
A criança que fez um recorte
colou na parede da sua infância.
O velho pintou outro quadro
fez aquela tarde morar na visão.
O rapaz gostou tanto da moça
que fez pra ela mais uma canção.
Falava de reis e rainhas,
amores eternos e compreensão.
E todos são cenas, retratos,
recortes, colagens e imaginação.


2 comentários: